sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Feira de recrutamento de estudantes de comunicação terá a participação de 19 empresas




Acontecerá em 28 e 29 de agosto a 4ª edição da feira de recrutamento Matraca para estudantes, a primeira voltada apenas para alunos de Comunicação do Brasil. O evento será realizado no Centro de Difusão Internacional da Universidade de São Paulo (ECA USP), das 12h às 21h, com a participação de 19 empresas e 12 apoiadores. Para se inscrever, basta preencher o formulário disponibilizado no site www.feiramatraca.com.br e levar 1 kg de alimento não perecível para doação.



Estarão presentes no encontro as empresas 1927, AlmapBBDO, Blinks, BTC, Grupo CDI, Content House, Facebook, Think EVA, GVA, Google, Ideal HKS, Jussi, MindMiners, Mutato, Nestlé, Nubank, RMA e Stilingue. O fornecimento de brindes ficará por conta da Caixa Belas Artes, Companhia das Letras, Dobra, EcoBags Brasil, Pinati, Puraqua, Refrigerante Gloops, Roots To Go, Teatro Gazeta, Trento e Vult.

O público que comparecer ao local, estimado em 1,8 mil universitários, segundo a expectativa da organização, poderá se informar sobre as oportunidades de estágio diretamente nos estandes de recrutamento das empresas. Haverá também palestras, lounges e workshops que visam promover o diálogo direto entre o público e as companhias, com conteúdos exclusivos e interativos acerca dos novos rumos da comunicação. Entre os temas que serão debatidos, estão: Benchmark internacional nas redes sociais; Conexão entre marcas e pessoas; Papel do feminismo nas novas dinâmicas entre mulheres e marcas; e Pesquisa digital.

Para mais informações, acesse a página www.feiramatraca.com.br.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Com presidenciáveis, evento discute tecnologia e inovação no setor público nos dias 06 e 07/08


Alckmin, Amoêdo e Marina são presenças confirmadas no GovTech Brasil, que será transmitido ao vivo pela internet; co-fundador do Waze e ex-presidente da Estônia também estão entre os palestrantes

O Brasil passa por um momento importante, no qual a população reflete e repensa a política nacional, assim como a forma de se relacionar com o setor público. Neste contexto, o BrazilLAB, em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio - ITS Rio, realizará nos dias 6 e 7 de agosto no Tivoli Mofarrej, em São Paulo, o GovTech Brasil, evento que tem como objetivo contribuir para uma agenda de inovação e tecnologia para governos no país. Além de palestras com especialistas nacionais e internacionais, o encontro receberá pré-candidatos à Presidência da República para uma mesa sobre a pauta de inovação para os próximos quatro anos. As atividades serão transmitidas ao vivo na íntegra pela internet.

Em um mundo cada vez mais digital, o BrazilLAB, o ITS Rio e seus parceiros querem trazer para o debate o conceito govtech, ou seja, tecnologia e inovação para governos, a fim de tornar o setor público mais eficaz e menos oneroso. De acordo com levantamento do Banco Mundial, os brasileiros gastam quase 2 mil horas – cerca de 88 dias por ano – só para lidar com a burocracia. “As novas tecnologias, além de agilizarem processos, também podem ser utilizadas para aumentar a transparência e abrir caminho para maior participação da sociedade na construção de políticas públicas”, afirma Letícia Piccolotto Ferreira, fundadora do BrazilLAB.



São esperados mais de 400 participantes de 10 países diferentes. Serão 20 palestrantes nacionais – entre os quais estão o Ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, e o ex-presidente do Banco Central do Brasil Armínio Fraga – e 16 internacionais ligados tanto a setores da sociedade civil quanto à administração pública. Um deles é Toomas Hendrik Ilves, que entre 2006 e 2016 ocupou o cargo de presidente da Estônia – um dos países mais digitais do mundo, onde a relação entre população e governo ocorre principalmente em plataformas online, e processos como a abertura de uma empresa levam apenas 15 minutos. Uri Levine, co-fundador do Waze, também estará presente.

O primeiro dia de evento abordará experiências bem-sucedidas de outros países - além de Toomas Hendrik Ilves, confirmaram presença nomes como José Clastornik, diretor da Agência de Governo Eletrônico e Sociedade da Informação do Uruguai, e Heidi Bernet, ex-vice-ministra de Avaliação Social do Ministério de Desenvolvimento Social do Chile. Já o segundo dia, com grandes nomes que fazem ou já fizeram parte de governos no Brasil, discutirá o cenário atual do país e buscará propor uma agenda digital para que haja avanços na área.

“Queremos mostrar como os outros países estão utilizando a tecnologia nas suas gestões e debater com especialistas brasileiros quais as soluções mais viáveis para a nossa realidade”, explica Letícia Piccolotto, que também é uma das curadoras do evento, junto com o empresário e apresentador Luciano Huck e o diretor do ITS Rio, Ronaldo Lemos.

“Governos estão se tornando plataformas tecnológicas. Além disso, a tecnologia é a inimiga número um da burocracia. Daí a importância do evento: mostrar o caminho para que o Brasil possa construir um governo digital: simples, eficiente e transparente”, afirma Ronaldo Lemos.

O evento será transmitido ao vivo, pelos canais dos organizadores no YouTube (BrazilLAB e ITS Rio) e poderá receber perguntas e interações do público por meio de um aplicativo desenvolvido especialmente para acompanhar a programação. Mais informações podem ser encontradas no site http://govtechbrasil.org.br.

Presidenciáveis discutem visão 2019-2022

O GovTech convidou pré-candidatos à presidência para encerrarem o evento com a mesa “Visão 2019-2022”, que terá como tema a pauta de inovação para os próximos 4 anos. Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo) e Marina Silva (Rede) são nomes já confirmados. 

“No final do evento, queremos elaborar um documento com as principais propostas de soluções viáveis para que o Brasil reduza o custo das burocracias e se torne um país mais moderno e ágil nos processos”, afirma Letícia Piccolotto.

O “GovTech: Construindo uma agenda digital para o setor público” é patrocinado pela Fundação BRAVA, Banco Itaú, Fundação Lemann, Grupo Boticário, Instituto Humanize, Magazine Luiza, Stone e Gol.