terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Instituto Jô Clemente expande o serviço de inclusão profissional pelo Brasil



Por meio de parcerias com empresas e com o poder público, a Organização realizou a inclusão de 31 pessoas com deficiência fora da cidade de São Paulo em 2021


Em 2021, o Instituto Jô Clemente (IJC), antiga Apae de São Paulo, expandiu o seu Serviço de Inclusão Profissional para pessoas com deficiência em diferentes regiões do Brasil. Por meio de parcerias com empresas e com o poder público, ao longo do ano a Organização realizou a inclusão de 31 pessoas em novos postos de trabalho em seis cidades fora da capital paulista: Campinas (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Registro (SP) e Santarém (PA).

No último ano, a Instituição assumiu a responsabilidade de implementar a metodologia do Emprego Apoiado no Polo de Empregabilidade Inclusiva (PEI) do município de Registro, no Vale do Ribeira, em São Paulo, por meio de parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência na expansão do Programa Estadual Meu Emprego Inclusivo. Desde a inauguração, foram realizadas seis inclusões profissionais de pessoas com deficiência.


Segundo o executivo de Negócios Sociais do Instituto Jô Clemente, Flávio Gonzalez, “a inclusão profissional de pessoas com deficiência é um desafio, pois infelizmente ainda existe muito preconceito e falta de informação acerca desta significativa parcela da população, que, embora represente 24,5% dos cidadãos do país (de acordo com o Censo 2010 do IBGE), ocupam apenas 1% dos empregos formais”.


O Instituto Jô Clemente utiliza desde 2013 a metodologia do Emprego Apoiado, adotada em diversos países, para enfrentar esta desigualdade e ampliar a inclusão laboral. Gonzalez explica que “nas empresas, realizamos um trabalho com o objetivo de criar uma cultura de valorização da diversidade e, por outro lado, como conhecemos de perto cada pessoa apta a trabalhar, conseguimos identificar seus pontos fortes, interesses e necessidades de apoio”. O IJC oferece capacitação antes e depois da inclusão, de acordo com as características individuais de cada jovem ou adulto incluído. "Desde que implementamos esta metodologia, já realizamos cerca de 3.000 inclusões em mais de 50 empresas e órgãos públicos”, completa.


Atualmente, o Instituto Jô Clemente realiza a inclusão de pessoas com diferentes tipos de deficiência. Mesmo em um cenário delicado de pandemia, em 2020, a Organização conquistou a inclusão de 345 jovens e adultos em novos postos de trabalho. Nos últimos anos, a taxa de retenção destas pessoas tem sido de 90%. Em 2020, com a pandemia, em um trabalho conjunto com as empresas, foi possível adaptar as vagas ao sistema home-office, o que auxilia na inclusão, já que as pessoas com deficiência intelectual também pertencem ao grupo de risco para a covid-19.


Sobre o Instituto Jô Clemente


O Instituto Jô Clemente é uma Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos que há 60 anos previne e promove a saúde das pessoas com deficiência intelectual, além de apoiar a sua inclusão social e a defesa de seus direitos, produzindo e disseminando conhecimento. Atua desde o nascimento ao processo de envelhecimento, propiciando o desenvolvimento de habilidades e potencialidades que favoreçam a escolaridade e o emprego apoiado, além de oferecer assessoria jurídica às famílias acerca dos direitos das pessoas com deficiência intelectual. Pioneiro no Teste do Pezinho no Brasil e credenciado pelo Ministério da Saúde como Serviço de Referência em Triagem Neonatal, o Laboratório do Instituto Jô Clemente é o maior do Brasil em número de exames realizados e oferece, atualmente, o Teste do Pezinho Ampliado na rede pública do município de São Paulo, contemplando o diagnóstico precoce de até 50 doenças, incluindo dezenas de condições raras. Por meio do CEPI - Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação do Instituto Jô Clemente, a Organização gera e dissemina conhecimento científico sobre deficiência intelectual com pesquisas e cursos de formação.  Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5080-7000 ou pelo Site do IJC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário