Mostrando postagens com marcador empreendedorismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador empreendedorismo. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 13 de julho de 2022

Microsoft lança treinamento para professores e tutores sobre dislexia, em parceria com Made By Dyslexia

Treinamento gratuito e digital é disponibilizado para professores e pais de alunos com o diagnóstico

A Microsoft acaba de lançar, em parceria com a Made By Dyslexia, instituição sem fins lucrativos especializada em atuar com pessoas diagnosticadas com dislexia, um treinamento focado em garantir que as crianças com o diagnóstico tenham educação e acompanhamento adequados durante o retorno às aulas em agosto.

De acordo com dados da Made By Dyslexia, uma em cada cinco crianças que possui dislexia, tem as habilidades necessárias para os empregos do futuro, como são chamados pelo Fórum Econômico Mundial. São características que incluem competências como liderança, influência social, criatividade, iniciativa e geração de ideias. Entretanto, 80% dessas crianças saem da escola sem o devido acompanhamento e, por consequência, não se capacitam. Neste contexto, os tutores e professores são quem detêm o poder de desenvolver plenamente o potencial nestas crianças.

"Queremos contribuir, por meio dessa parceria, para uma capacitação especializada para alunos com essa condição, oferecendo treinamento gratuito para que os tutores deem todo o apoio necessário para que estes estudantes consigam ter melhores condições de aprendizado e as capacitações necessárias para ingressar no mundo de trabalho", diz Fabio Hara, gerente de Marketing para audiência de Professional Developers na Microsoft Brasil.


O módulo está disponível no Microsoft Learn, plataforma com diversos cursos gratuitos, de diferentes áreas e níveis de conhecimento e foi desenvolvido em parceria com as principais referências em dislexia em um curso dividido em dois níveis:

* Nível 1: A Conscientização sobre a Dislexia, que prepara todos os professores e tutores com os conceitos básicos para identificar, apoiar e capacitar todas as crianças com dislexia.
* Nível 2: O Ensino para a Dislexia, que aprofunda o conhecimento sobre a dislexia na sala de aula. Os vídeos são cheios de estratégias e soluções especializadas, mostrando que tipo de conteúdo ensinar, as razões por trás da dislexia e como educar crianças que tenham esse diagnóstico.

A iniciativa é uma das muitas ações do programa Mais Brasil, um plano abrangente lançado em outubro de 2020 com o intuito de ampliar o compromisso de longo prazo da Microsoft com o país, que já dura 33 anos, tendo como um dos pilares a educação, capacitação profissional e empreendedorismo.

De outubro de 2020 a abril de 2022, mais de 5 milhões de pessoas foram alcançadas (começaram um curso) com diferentes iniciativas da Microsoft de qualificação ou requalificação e quase 900 mil concluíram, pelo menos, um curso. Nesse período, foram contratadas mais de 95 mil pessoas que fizeram esses cursos e mais de 3,2 mil professores e tutores (train the trainers) foram capacitados em nossas iniciativas.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Fundo Baobá prorroga inscrições do edital Negros, Negócios e Alimentação, voltado a empreendedores negros do ramo da gastronomia

Edital vai apoiar com R$ 30 mil cada uma das 12 iniciativas que forem selecionadas. Inscrições reiniciam dia 06/01 e vão até 27/01


O Fundo Baobá para Equidade Racial, com o apoio da General Mills, anuncia a prorrogação das inscrições do edital Negros, Negócios e Alimentação, uma iniciativa que vai apoiar 12 (doze) empreendimentos negros do ramo da gastronomia de consumo imediato, formalmente instalados há 2 anos ou mais na Região Metropolitana de Recife.

Os interessados poderão se inscrever entre os dias 06 de janeiro e dia 27 do mesmo mês. Para entender melhor os critérios de elegibilidade do programa e se candidatar, basta acessar o edital através deste link

As(os) empreendedores(as) selecionadas(os) receberão um aporte financeiro de R$ 30.000 (trinta mil reais), além de assessoria e suporte técnico, e terão 09 (nove) meses para executar os seus projetos e apresentar a prestação de contas final.

O edital é voltado para empreendedores(as) negros(as) do setor gastronômico, com 18 anos ou mais, que tenham negócio ativo e formalizado há mais de 2 anos (CNPJ aberto em 2019 ou antes), que trabalhem com alimentação de consumo imediato, como almoços, jantares, salgados, bolos, pratos típicos e regionais, dentre todas as opções de cardápio; empresários que trabalhem com food truck, comida de rua e que sejam ambulantes, também podem participar.


Os negócios devem estar localizados no estado de Pernambuco nas seguintes cidades: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Abreu de Lima, Ipojuca, São Lourenço da Mata, Igarassu, Moreno, Itapissuma, Ilha de Itamaracá e Araçoiaba. Sendo que propostas apresentadas por mulheres negras cis ou trans e de empreendedores(as) negros(as) que nunca foram apoiadas(os) pelo Fundo Baobá para Equidade Racial serão priorizadas.

A iniciativa

Para as pessoas negras que empreendem, o ramo gastronômico está entre as 10 áreas de maior presença no mercado. Entretanto, com a crise econômica agravada pela pandemia do COVID-19, muitos pontos de venda fixos foram impactados negativamente, em especial, os negócios cujos donos eram mulheres.

Pensando em contribuir para a recuperação econômica desses negócios e promover aos empreendedores e empreendedoras negros(as) a ampliação de suas capacidades de planejar, fazer gestão, inovar, ampliar ou estabelecer uma infraestrutura mínima para sustentabilidade de seus negócios, o Fundo Baobá, com o apoio da General Mills, empresa global de alimentos dona de marcas como Yoki, Kitano e Häagen-Dazs no país, promove o edital Negros, Negócios e Alimentação.

O objetivo do projeto é criar condições para que os empreendedores escolhidos conheçam a fundo os seus negócios e as suas capacidades a fim de gerar um impacto positivo em toda a comunidade, a partir da expansão dos seus empreendimentos e para que sejam, num futuro próximo, geradores de novos empregos por meio da ampliação dos serviços, aumento das vendas e crescimento de antigas e novas relações de negócios. Além disso, a iniciativa tem o intuito de fortalecer e ampliar a sua jornada de diversidade e inclusão étnico-racial no Brasil.


Realizadores


Criado em 2011, o Fundo Baobá para Equidade Racial é o primeiro e único fundo dedicado, exclusivamente, para a promoção da equidade racial para a população negra no Brasil. Orientado pelos princípios de ética, transparência e gestão, mobiliza recursos financeiros e humanos, dentro e fora do país, e investe em iniciativas da sociedade civil negra para o enfrentamento ao racismo e promoção da justiça social.


A General Mills é uma empresa líder global em alimentos e trabalha “fazendo os alimentos que o mundo ama”. Com sede em Minneapolis, Minnesota, EUA, a companhia chegou ao Brasil em 1997. Em novembro de 2020, assumiu publicamente o compromisso de ser um instrumento importante de mudança promovendo iniciativas práticas para equidade racial. Ao reconhecer que o racismo deixa marcas todos os dias em diversas sociedades, há séculos, a empresa se mobiliza e busca contribuir para os avanços em políticas de inclusão e, sobretudo, de preservação da vida de pessoas negras.


Serviço


O quê? Prorrogação das inscrições do edital Negros, Negócios e Alimentação

Período: 06 de janeiro a 27 de janeiro às 17h

Inscrições: Site Baobá



Público-alvo: empreendedoras(es) negras(os) da área de alimentação de pronto consumo da região metropolitana do Recife com registro formal até 2019.

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Projeto vai capacitar 240 empreendedores para atuarem nas comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro

Crédito: Acervo Empreende Aí



Cursos são feitos para as pessoas que vão abrir o seu próprio negócio. Na via Dutra, projeto conta com apoio do Instituto CCR e da CCR NovaDutra.

O Instituto CCR, com o apoio da CCR NovaDutra, em parceria com a Empreende Aí, irá capacitar 240 empreendedores através do programa Despertando o Empreendedor. O objetivo é ajudar pessoas que querem abrir seu próprio negócio em territórios populares, comunidades e favelas. A formação tem pegada “mão na massa” e foi projetada para acolher a cultura deste público, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“Nos últimos anos, formamos milhares de empreendedores que atuam em territórios populares, espaços pulsantes de energia e vontade. E assim são as periferias. O lar da realidade concreta, dura, e ao mesmo tempo, criativa e persistente da economia brasileira”, afirma Jennifer Rodrigues, psicóloga e sócia-fundadora da Empreende Aí, escola de negócios da periferia para a periferia.

“O Instituto CCR atua com inclusão social, por meio de diversas iniciativas e, entre elas, está a de geração de renda e empreendedorismo. O intuito é contribuir com o desenvolvimento de pessoas de periferias e comunidades que querem ter seu próprio negócio e precisam de orientações práticas sobre como fazer isso”, reforça Cristine Naum, gerente executiva de sustentabilidade e investimento social do Instituto CCR. “Desta forma, o Instituto CCR reforça seu papel social, proporcionando oportunidades”, completa Cristine.

COMO FUNCIONA?

O curso terá aulas online e ao vivo sobre temas de Autoconhecimento, Como entender o seu Público? Gestão do Tempo, Marketing, Gestão Financeira, Gestão de Equipe, Logística e aprendizados em momentos de crise. Os 36 empreendimentos selecionados ao final do programa receberão um prêmio em dinheiro de R$ 1.000,00 do Instituto CCR e um plano de mentoria exclusivo para colocar o negócio de pé, que foi gestado durante o programa. Na via Dutra, projeto é realizado pelo Instituto CCR, com apoio da CCR NovaDutra, em parceria com a Empreende Aí.

Sobre o Empreende Aí: A Escola de Negócios da Periferia para Periferia: Empreende Aí é um Negócio de Impacto Social fundado em 2015, pela Psicóloga Jennifer Rodrigues e o Administrador de Empresas Luis Coelho, ambos de periferia, com o objetivo de formar e capacitar novos Empreendedores de territórios populares, comunidades e favelas através de sua Metodologia Despertando o Empreendedor presencial e online (que aborda aspectos de autoconhecimento, ideação, modelagem, testagem e gestão dos negócios) e de Metodologias cocriadas com parceiros. Site oficial: www.empreendeai.com.br


Sobre o Instituto CCR: O Instituto CCR, fundado em 2014, é a entidade privada sem fins lucrativos que gerencia a investimento social do Grupo CCR, proporcionando transformação com apoio a projetos via leis de incentivo, campanhas institucionais e por meio dos programas proprietários, o Caminhos para a Cidadania - atendendo mais de 1,3 mil escolas - e o Estrada para a Saúde – presente em seis regiões. Com foco em inclusão social, saúde e educação, o Instituto CCR já beneficiou comunidades no Brasil e no exterior, em locais onde as concessionárias da companhia atuam. Desde a sua criação, já foram gerenciados R$ 151 milhões, e, somente em 2019, mais de 1 milhão de pessoas foram impactadas em 152 cidades, no Brasil e no exterior. Saiba mais em www.institutoccr.com.br


Sobre a CCR NovaDutra: A CCR NovaDutra é responsável pela administração da Rodovia Presidente Dutra, via com 402 quilômetros de extensão e que liga as duas regiões metropolitanas mais importantes do País: Rio de Janeiro e São Paulo. A rodovia abrange uma região altamente desenvolvida, que responde por cerca de 50% do PIB brasileiro. A Concessionária tem 25 anos de existência e foi a segunda a integrar o Grupo CCR.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Chivas Regal divulgou as startups ganhadoras do The Venture

O The Venture,  processo de seleção de empreendedores promovido pela marca de whisky de luxo Chivas Regal, divulgou as startups ganhadoras do seu processo seletivo visando encontrar e apoiar novos negócios inovadores de todo o mundo, recompensado cinco empresas sociais e uma nova geração de empreendedores.

O painel de juízes, que incluiu Eva Longoria, Sonal Shah, Joe Huff e Alexandre Ricard, avaliou cada empresa com base na sua capacidade de criar uma mudança sustentável através de um modelo de negócio viável e com potencial de escala. O evento de divulgação dos vencedores aconteceu no dia 14 de julho, em Nova Iorque.

Eva Longoria e um grupo de empreendedores
A startup Conceptos Plásticos, da Colômbia, foi premiada com a maior contribuição do Fundo de Venture, recebendo US$ 300.000. Concentrando-se na transformação de resíduos de plásticos em material de construção para habitação permanente, a Conceptos Plásticos cria  materiais necessários para as comunidades estabelecerem uma infraestrutura física. 

Os finalistas adicionais que receberam financiamento e reconhecimento foram; WeFarm 
($ 200k) - uma plataforma de partilha de conhecimento pioneira para os pequenos agricultores; EyeControl (US$ $ 100) um dispositivo de comunicação móvel para os pacientes "locked-in"; Wakami (US$ 100) - produtor de acessórios de moda feitos à mão que suportam os negócios da comunidade da Guatemala; e Coolar (US$ 50 k) ,um sistema de refrigeração de saúde inovadora permitindo aos médicos para preservar medicamentos em regiões fora da rede.

A alegria dos ganhadores  

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Jornalista Rosenildo Ferreira lança livro "Histórias Inspiradoras", que une empreendedorismo e sustentabilidade

Ao longo de quase 30 anos de carreira no jornalismo,  Rosenildo Ferreira descobriu  que o que lhe dá satisfação na profissão é a possibilidade de contar histórias de personagens inspiradoras. Foi com isso em mente que o profissional escreveu o livro "Histórias Inspiradoras", que será lançado oficialmente no dia 21 de outubro, num evento na Livraria da Vila, no shopping JK Iguatemi, em São Paulo. 

O projeto do livro nasceu em 2014 como um produto editorial do portal de notícias 1 Papo Retouma plataforma de mídia dedicada à promoção do debate da sustentabilidade e do empreendedorismo, que reúne universitários, profissionais liberais, empreendedores sociais, trabalhadores de empresas públicas e privadas e microempresários. 

"Inicialmente, selecionei 50 homens e mulheres que teriam seus perfis submetidos ao Prêmio Empreendedor Sustentável 2015. Mas,  no  decorrer do levantamento dos casos e da realização das entrevistas (pessoalmente, por telefone e por email) fui descobrindo que tinha um material rico em mãos. Um conjunto de histórias capazes de inspirar atitudes inovadoras em diversas áreas. Do convívio social, na árida metrópole, à desassistida vida no campo. Foi a partir desta constatação que decidi escrever o livro", explica Rosenildo.

As histórias estão agrupadas em duas partes. Na primeira, o jornalista faz um mergulho na gênese do trabalho de sete empreendedores, baseados em cidades de Norte a Sul do Brasil: Manaus (AM), Pentecoste (CE), Rio de Janeiro, São Paulo, Ubatuba (SP), Maringá (PR) e Porto Alegre (RS). "Optei por fazer uma imersão em seu dia a dia e no efeito gerado por seu trabalho, pois são brasileiros que sintetizam o inconformismo presente no espírito de todos os 50 empreendedores que aparecem no livro".

Para encontrá-los, Rosenildo viajou de carro, de avião, de barco e de bike. "Percorri sete mil quilômetros, entre março e agosto de 2014. Dormi em hotel de luxo, numa pousada charmosa à beira do rio Negro, em hotel de “quinta categoria” ao lado do aeroporto... Perdi o horário do voo, paguei duas vezes pela mesma passagem aérea, almocei em lanchonete de beira de estrada, em restaurante de luxo... Resumindo: diverti-me bastante e conheci pessoas acolhedoras, cheias de energia e disposição para trabalhar duro".

Na segunda parte do livro, o autor apresenta os 43 perfis restantes no formato resumido, obedecendo ao espírito do projeto original do Prêmio Empreendedor Sustentável 2015. O material foi agrupado em três blocos: Ativistas, Intuitivos e Tecnológicos, para facilitar o manuseio e a consulta no dia a dia. "Creio que ficará, em muitos casos, um gostinho de “quero mais”. Tomara que sim. Até porque, a ideia é instigar o leitor a usar algumas destas narrativas como fonte de inspiração para a sua vida e para os seus negócios", finaliza.

Nascido no Rio de Janeiro, Rosenildo Gomes Ferreira possui uma ampla experiência na área. Atuou nas redações do Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio Braziliense e O Estado de S. Paulo. Em 2014, foi eleito um dos “100 + Admirados Jornalistas Brasileiros”. Foi editor-assistente de negócios e colunista de sustentabilidade da revista IstoÉ DINHEIRO, cargo do qual se desligou recentemente (outubro/2015) .

O jornalista é integrante do Conselho Consultivo da Afrobras/Faculdade Zumbi dos Palmares e atua, há 11 anos, como professor-voluntário de atualidades, ética e direitos humanos no Cursinho Pré-Vestibular Griot XX de Novembro, na comunidade São Remo, em São Paulo.


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Histórias Inspiradoras - Autor: Rosenildo Ferreira
Editora: BATE PAPO livros e Editora Universidade Zumbi dos Palmares
Número de páginas: 205
Preço sugerido: R$ 35



quinta-feira, 18 de junho de 2015

ESPM oferece curso gratuito sobre empreendedorismo para jornalistas


A ESPM realizará, nos dias 23 e 24 de junho, das 8h30 às 13h, a 40ª edição do Imprensa na Escola, curso gratuito para jornalistas que acontecerá no campus Francisco Gracioso, localizado na Rua Dr. Álvaro Alvim, 123, na Vila Mariana, em São Paulo. O tema deste edição é "Empreendedorismo",

Esta edição foi desenvolvida pela professora Letícia Menegon, coordenadora da Incubadora de Negócios ESPM, e Marcelo Pimenta, professor de Gestão da Inovação da pós-graduação lato sensu da ESPM-SP.

As vagas são limitadas e os jornalistas interessados devem realizar a inscrição com Gislaine Felipe, gislaine.felipe@spga.com.br ou pelo telefone 11-3078-2104. A inscrição será efetivada após a confirmação da vaga e o preenchimento da ficha de inscrição.

Imagem